Chuva “baralha” Estoril II

O segundo dia do CNV Moto - Estoril II ficou marcado por mais uma vitória de Filipe Lourenço #193 na Copa Dunlop Motoval, assim como pela chuva que decidiu aparecer minutos antes do início da corrida da classe Superbike.

Após um Sábado nublado mas sem chuva, onde os pilotos da Eni Aprilia Portugal Racing Team obtiveram excelentes resultados nas primeiras mangas das classes Superbike e Copa Dunlop Motoval (e onde se destaca o “tempo canhão” de Tiago Magalhães - 1.43,047) a ameaças de chuva veio confirmar-se momentos antes da formação da grelha do Nacional de Superbike, trocando as voltas aos pilotos e mecânicos da “Armada Luso-Italiana”.

A incerteza sobre a tipologia de corrida (wet race / dry race) e o escasso tempo disponível para a troca de pneumáticos tornou ainda mais complicada a verdadeira “lotaria” que presenteou os pilotos, que já tinham a vida dificultada com a falta de settings de chuva nas suas Aprilia RSV4 RF.

Tiago Magalhães #19, que obteve a P2 na 2.ª sessão de qualificação deste Domingo, lutou não só com os seus adversários mas também com um pneu de chuva dianteiro que veio a confirmar-se inapropriado, pois a chuva que se fez sentir no início da prova rapidamente parou, fazendo com que o pneumático dianteiro se degradasse rapidamente à medida que a pista secava. Ainda assim, Magalhães somou pontos preciosos ao terminar esta corrida atípica na 5.ª posição.

João Diogo Silva #15 terminou a corrida na 12.ª posição após ter arrancado do 13.º lugar. À semelhança de Magalhães, João Diogo sofreu com a chuva que se fez sentir, tendo ainda sido protagonista de uma saída de pista que condicionou ainda mais a sua prestação.

Filipe Lourenço #193 manteve o domínio na Copa Dunlop Motoval ao vencer a 2.ª manga este Domingo. O piloto de Alenquer somou mais 25 pontos após uma luta acesa nas duas voltas finais com Alexandre Rosado, conseguido assim reforçar a liderança e aumentar a sua distância do 2.º classificado.

Filipe Lourenço participou também na prova Superbike deste Domingo, tendo partido da P11 alcançada na 2.ª sessão de qualificação, mas fez apenas 7 voltas, graças ao desgaste dos pneus de chuva com que iniciou a corrida.

A “Armada Luso-Italiana” prepara agora o regresso ao traçado algarvio de Portimão, a decorrer nos dias 21 e 22 de Julho no Autódromo Internacional do Algarve.

@ 2-7-2018 10:50:31


Mais